Reportagem: Assim falaram os amigos brasileiros sobre a China - Plataforma Media

Reportagem: Assim falaram os amigos brasileiros sobre a China

Neste momento de expansão da pandemia, comemora-se o 71º aniversário da República Popular da China no dia 1 de outubro. Nos últimos 71 anos, a China deu um salto histórico ao se tornar independente e forte, criando milagres chineses na história do desenvolvimento humano. O que fez a China próspera e forte? O que fez o povo chinês feliz? O que fez a China ter amigos em todo o mundo? Recentemente, o consulado-geral da China no Recife e a revista Nordeste publicaram uma edição especial em comemoração à amizade entre os dois países, convidando algumas personalidades brasileiras para falar sobre a China.

Fátima Bezerra, governadora do Rio Grande do Norte, comparou suas duas visitas para China de 1995 e 2019. Ela disse que o país que encontrou em 2019 é, sem dúvida, uma locomotiva a frente do crescimento da economia mundial. Ela chamou a atenção não só para o crescimento e desenvolvimento tecnológico tão presentes na capital, mas para o fato de que, ao mesmo tempo, Beijing não se descuida de sua história e tradição de tantos séculos.

Belivaldo Chagas, governador do Estado de Sergipe, acha que a nação chinesa abriu um caminho para uma notável experiência de crescimento econômico. Segundo ele, mais recentemente o país tem chamado atenção também pelo rápido processo de urbanização e pela ascensão do setor de serviços e da nova economia intensiva em conhecimento, fruto de um esforço bem sucedido em pesquisa e desenvolvimento que posicionaram a China como um dos expoentes da inovação tecnológica em escala global.

Carlos Brandão, vice-governador do Estado do Maranhão, disse que com uma massa trabalhadora gigante e investimento em tecnologia, a China enxergou oportunidades e vem construindo diversas pontes com muitas nações.

O Deputado Estadual Romero Sales Filho disse no seu artigo intitulado “A Distância é Apenas Geográfica” que, a China tem seu modus operandi de fazer política por meio de planejamento e projetos a longo prazo. E a bondade e a caridade do povo chinês fizeram com que eles ganhassem amigos em todo o mundo.

Evandro Menezes de Carvalho, professor da FGV, acha que as lições que ficam é que a China se abriu para o mundo, fazendo emergir a atual China urbana, tecnológica e moderadamente próspera. Ele citou os exemplos da guerra contra a poluição e como a China cumpriu com uma antecedência de dez anos o objetivo estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em sua Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Tudo isso são lições não só da maior liderança da segunda maior economia do mundo, mas de um país que se levantou com o trabalho de suas próprias mãos e mentes.

Edgar Albuquerque, empresário brasileiro, disse que há muito interesse em saber como a China se revelou o gigante que é nos dias atuais e qual o denominador comum para todas as respostas.

“A China faz contribuições positivas para a paz mundial e o desenvolvimento,” disse a vice-governadora de Pernambuco Luciana Santos ressaltando que os famosos cinco princípios da coexistência pacífica (respeito mútuo à soberania e integridade territorial; não agressão mútua; não interferência nos assuntos internos de outros países; igualdade e benefício mútuo; coexistência pacífica) estabelecidos da China até hoje servem de fundamento da política externa da China e dos países amantes da paz.

João Azevedo, governador do Estado da Paraíba, falou que a China tem-se tornado um ator cada vez mais relevante no cenário global e que a parceria entre Brasil e China possui elevado grau de institucionalização em decorrência dos diversos temas de interesses mútuos e é entendida por especialistas em assuntos internacionais como uma parceria estratégica global. Ele espera que a Paraíba fortaleça o processo de internacionalização e desenvolva uma cooperação de benefício mútuo e relações sustentáveis com a China.

A China contribuiu para a luta global contra a pandemia da COVID-19, disse Camilo Santana, governador de Ceará, afirmando: “durante a pandemia da COVID-19, momento ainda desafiador para todo o mundo, adquirimos da China Meheco Group respiradores de alta tecnologia para atender nossos pacientes, bem como insumos, testes e equipamentos de proteção individual. Recebemos a solidariedade de autoridades chinesas no Brasil e também da província-irmã Fujian e do município de Dalian.”

E o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, falou: “A amizade entre nossos povos também está sendo fundamental na luta contra a pandemia da COVID-19. Os chineses se mostraram parceiros nessa hora, tanto na doação de EPIs quanto no fornecimento de equipamentos médicos.”

Lígia Feliciano, vice-governadora do Estado da Paraíba, falou sobre a visita dela à China em 2019: “Reitero que a sólida amizade Brasil-China é leal e confiável, não refletindo apenas na área comercial, mas também na política, cultura e educação. E tem como base os ensinamentos do filósofo chinês Confúcio: coloque a lealdade e a confiança acima de qualquer coisa”.

Evandro Carvalho disse que o principal recurso da China é o seu povo. E que em certo momento, observou a austeridade com que o chinês estava acostumado a entregar-se.

O Deputado Federal Fausto Pinato, presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, falou sobre o relacionamento futuro das nações, que a chave para enfrentar as dificuldades está na cooperação entre os países; que as relações sino-brasileiras continuam sendo um grande exemplo para o mundo; que os novos tempos mostram que estamos navegando juntos no mesmo mar; que a parceria e solidariedade, uns com os outros, nos ajudarão a enfrentar as tempestades, e sair ainda mais fortalecidos das tormentas. É com alegria que vejo que os amigos brasileiros estão entendendo mais a China, estamos aprendendo uns com os outros, e trabalhando de mãos dadas para criar um futuro melhor.

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Covid-19: Brasil testa nova vacina chinesa já este mês

BrasilChina

Pequim pede a Brasília para suspender exportações de empresas com casos Covid-19

Assine nossa Newsletter