Helen Mirren lê Anne Frank para as novas gerações - Plataforma Media

Helen Mirren lê Anne Frank para as novas gerações

A atriz britânica é a convidada de honra de #Anne Frank – Vidas Paralelas, um documentário no rasto da adolescente que se tornou símbolo do Holocausto, e com vozes de outras mulheres sobreviventes. Em estreia nas salas.

“Quero continuar a viver mesmo depois da minha morte.” O desejo de Anne Frank, inscrito nas páginas do seu diário, realizou-se e mantém-se protegido por todos aqueles que a leram (e ainda vão ler) ou ouviram falar da sua história. Desta vez, a garantia de que a memória continua viva surge na forma de um documentário assinado por duas italianas, Sabina Fedeli e Anna Migotto. 

#Anne Frank – Vidas Paralelas cruza a frescura e a lucidez das palavras desta adolescente com os testemunhos de quem foi criança na mesma altura que ela, fazendo incidir o olhar no presente através da leitura apaixonada de excertos do livro diarístico, por Helen Mirren, e de outra adolescente que endereça o seu pensamento a Anne Frank na contemporânea linguagem abreviada das redes sociais.

Sem surpresas, Mirren é o maior trunfo do filme. Dentro do anexo – reconstruído em detalhe – que serviu de refúgio à jovem judia durante a perseguição nazi em Amesterdão, a atriz de A Rainha lê excertos do Diário de Anne Frank como quem procura despertar nas novas gerações a admiração pela vivacidade e a esperança de alguém que, ao mesmo tempo, era capaz de revelar uma consciência límpida e madura sobre a realidade à sua volta.

Confinada naquele espaço apertado, que condensa os relatos de uma existência demasiado breve, Mirren, profundamente comprometida com o projeto, é de uma empatia desarmante a dar expressão àquelas palavras escritas em clausura, mas plenas de liberdade.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
Sociedade

"Nada é comparável ao extermínio dos judeus"

MundoPolítica

Áustria fecha fundo de indemnização para vítimas do nazismo

BrasilSociedade

Faleceu o único sobrevivente do Holocausto nascido no Brasil

CulturaSociedade

Editora recolhe livro que revela suposto traidor de Anne Frank

Assine nossa Newsletter