Estados Unidos proíbem uso de aplicações chinesas TikTok e WeChat -

Estados Unidos proíbem uso de aplicações chinesas TikTok e WeChat

As aplicações digitais chinesas TikTok e WeChat vão ficar interditas nos Estados Unidos, a partir de domingo, anunciou hoje o Departamento de Comércio, que alega razões de “segurança nacional”.

“O Partido Comunista Chinês demonstrou que possui os meios e tem a intenção de utilizar essas aplicações para ameaçar a segurança nacional, a política externa e a economia dos Estados Unidos”, argumentou o Departamento de Comércio, num comunicado.

Os Estados Unidos cumprem, assim, a ameaça feita pelo Presidente Donald Trump, que há vários meses tem vindo a alertar para os riscos destas duas aplicações, dando-as como exemplo do potencial de interferência chinesa.

O secretário do Comércio, Wilbur Ross, explicou que esta medida se destina a “combater a recolha maliciosa de dados pessoas de cidadãos americanos, por parte da China”, referindo-se às preocupações levantadas por especialistas em segurança digital, que mencionam o acesso que a ByteDance Ltd., a empresa chinesa que gere o TikTok, tem sobre os dados pessoas de cerca de 100 milhões de utilizadores desta aplicação ‘online’.

O Governo norte-americano refere, contudo, que a continuação da utilização destas aplicações, enquanto ainda estão disponíveis para ‘download’, não constituem um crime, nem as pessoas que as utilizam estão sujeitas a penalizações.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
BrasilLifestyle

Anthony Barajas, astro do TikTok, morre após ser baleado em cinema nos EUA

LifestyleMundo

Vídeo com o “pior apartamento de Nova Iorque” ganha milhões de visualizações no ‘Tik Tok’

Mundo

Itália bloqueia TikTok após morte de menina de 10 anos num desafio da rede social

LifestyleMundo

Vídeo de jovem norte-americano a receber vacina torna-se viral no TikTok

Assine nossa Newsletter