Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

por Fernanda Mira

Quebra da procura interna contribui para a forte contração da economia, revela INE.

O Produto Interno Bruto registou uma quebra de 16,3% no segundo trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, e de 13,9% em comparação com o trimestre anterior, revela esta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística.

A quebra do PIB é justificada pela expressiva contração do Consumo Privado e do Investimento, avança o INE.

“Este resultado é explicado em larga medida pelo contributo negativo (-11,9 pontos percentuais) da procura interna para a variação homóloga do PIB, consideravelmente mais acentuado que o observado no trimestre anterior (-1,2 pontos percentuais)”, diz.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!