Petróleo por milho. O esquema entre a Venezuela e o México - Plataforma Media

Petróleo por milho. O esquema entre a Venezuela e o México

Uma jogada com a assinatura de Alex Saab, o colombiano próximo de Maduro, detido em Cabo Verde. O acordo previa a entrega de milho e de camiões-cisterna, mas o cereal não passou de uma miragem e só um terço dos veículos foi entregue.

Uma investigação conjunta do El País e do site de jornalismo de investigação venezuelano Armando.info revela os pormenores de um acordo realizado sob a capa de ajuda humanitária e que fez escoar petróleo venezuelano em troca de milho e camiões-cisterna do México.

Do acordo assinado em junho de 2019 pela empresa mexicana Libre Abordo e pela Corporação Venezuelana de Comércio Exterior (Corpovex), divido entre dois contratos avaliados em quase 200 milhões de euros, foram expedidos através deste esquema mais de 30 milhões de barris de petróleo bruto, o que viola as sanções dos EUA contra a Venezuela.

A administração dos Estados Unidos tem estado a perseguir alguns dos agentes mais próximos do líder venezuelano, Nicolás Maduro, caso do colombiano Alex Saab, detido em Cabo Verde em junho, na sequência de um mandado emitido pela Interpol.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoPolítica

Novas sanções para os parceiros venezuelanos, diz enviado dos EUA

MundoPolítica

Casa Branca quer escolas abertas apesar da pandemia

Assine nossa Newsletter