Empresa chinesa constrói plataforma petrolífera para a Petrobras

Empresa chinesa constrói plataforma petrolífera para a Petrobras

A empresa naval chinesa BOMESC Offshore Engineering Co Ltd anunciou que vai construir parte de uma plataforma para a petrolífera estatal brasileira Petrobras.

A BOMESC revelou na segunda-feira que a Petrobras encomendou a unidade flutuante de produção, armazenamento e trasfega para o campo de pré-sal de Búzios, na bacia de Santos.

Num comunicado enviado à Bolsa de Valores de Xangai, a BOMESC diz que assinou um contrato com o construtor japonês de plataformas MODEC Inc. O contrato visa montar o módulo superior e o sistema de injeção química.

A BOMESC vai receber um total de 93,5 milhões de dólares norte-americanos (80,8 milhões de euros). O projeto deverá estar concluído até setembro de 2021.

A construção vai decorrer no estaleiro da BOMESC na Zona Económica Portuária de Lingang, na cidade de Tianjin, no nordeste da China.

O contrato foi assinado por uma subsidiária da BOMESC sediada em Tianjin e pela sucursal do grupo japonês em Singapura, a MODEC Offshore Production Systems (Singapore) Pte Ltd.

No entanto, já em 2018 as duas empresas tinham colaborado na construção de uma outra plataforma petrolífera para a Petrobras.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
EconomiaLusofonia

Empresa de Macau coopera com agricultores africanos

AngolaBrasil

Plataforma aposta em representações em Luanda e em São Paulo em 2021

Mundo

Um site em transição

Assine nossa Newsletter