Estado de emergência. 1º de Maio com "celebrações" mas não "manifestações" - Plataforma Media

Estado de emergência. 1º de Maio com “celebrações” mas não “manifestações”

O mundo sindical poderá celebrar o 1º de Maio – mas não serão permitidas “manifestações”. O esclarecimento foi feita esta tarde, após mais uma reunião do Conselho de Ministros.

No briefing aos jornalistas, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, salientaram por diversas vezes que as celebrações serão autorizadas – mas nunca nos termos em que tradicionalmente ocorrem.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
CulturaMundo

Exposição de fotografia revela efeitos da Covid-19 na sociedade canadiana

DesportoMundo

Lewis Hamilton testa positivo para a Covid-19

ChinaFuturo

China deu vacina contra a Covid-19 a Kim Jong-un, afirma especialista

BrasilCultura

Morre aos 83 anos de Covid-19 fotojornalista que registou milésimo golo de Pelé

Assine nossa Newsletter