Estado de emergência. 1º de Maio com "celebrações" mas não "manifestações" - Plataforma Media

Estado de emergência. 1º de Maio com “celebrações” mas não “manifestações”

O mundo sindical poderá celebrar o 1º de Maio – mas não serão permitidas “manifestações”. O esclarecimento foi feita esta tarde, após mais uma reunião do Conselho de Ministros.

No briefing aos jornalistas, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, salientaram por diversas vezes que as celebrações serão autorizadas – mas nunca nos termos em que tradicionalmente ocorrem.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
MacauMundo

São ou não as vacinas perigosas a longo prazo?

MundoSociedade

Centro Europeu de Controlo de Doenças aceita vacinação em crianças

MundoSociedade

Especialistas recomendam autorização de pílula anticovid da Merck

MoçambiquePortugal

Embaixada de Portugal em Maputo anuncia voos de apoio ao regresso

Assine nossa Newsletter