Início Brasil Dani Alves condenado a quatro anos e meio de prisão por violar jovem

Dani Alves condenado a quatro anos e meio de prisão por violar jovem

Um tribunal de Barcelona condenou o futebolista brasileiro Dani Alves a uma pena de prisão de quatro anos e meio por ter violado uma jovem de 23 anos, na casa de banho da discoteca Sutton, na cidade catalã, na noite de 30 para 31 de dezembro de 2022.

Os juízes responsáveis pelo caso consideraram credível o depoimento da vítima sobre os factos em causa e deram como provado que o ex-jogador do Barcelona, do Paris Saint-Germain e da Juventus agiu sem consentimento. “A vítima não consentiu e existem provas que, além do depoimento da queixosa, permitem que a violação seja considerada provada”, refere o tribunal, em comunicado de imprensa.

De acordo com o jornal “La Vanguardia”, os magistrados detalharam que o arguido, de 40 anos, “agarrou a queixosa de repente, atirou-a ao chão e, impedindo-a de se mexer, penetrou-a pela vagina, embora a jovem lhe dissesse que não queria”. A mulher não apresentava lesões vaginais ou outras (exceto uma nódoa negra nos joelhos), mas o acórdão relembra que, “para a existência de agressão sexual, não é necessário que ocorram lesões físicas, nem que haja indícios de oposição heróica da vítima a ter relações sexuais”.

Leia mais em Jornal de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!