Início Notícias Setor do vinho em Portugal quer chegar aos 1,2 mil milhões de euros de exportações em 2030

Setor do vinho em Portugal quer chegar aos 1,2 mil milhões de euros de exportações em 2030

Depois de seis anos consecutivos a crescer e bater máximos históricos, as exportações de vinhos portugueses caíram 1,16% em 2023 e ficaram-se pelos 928 milhões de euros, aquém dos mil milhões estabelecidos pela ViniPortugal no seu plano estratégico 2019-2022, estendido por mais um ano por causa da pandemia. Mas já há nova meta em análise, a de chegar aos 1,2 mil milhões de euros até 2030, com o preço médio a subir para os 3,19 euros por litro.

Estes números fazem parte da proposta de plano estratégico que a ViniPortugal apresentou aos seus associados em finais do ano passado, mas cuja análise e debate foi adiado para a assembleia geral da instituição que se realizará a 22 de março.

Sobre os números de 2023, o presidente da organização interprofissional que é responsável pela promoção da marca Wines of Portugal, fala numa quebra inferior à esperada, num contexto mundial negativo. No total, Portugal vendeu ao exterior 319,5 milhões de litros no valor de 928 milhões de euros, o que dá um preço médio por litro de 2,90 euros, um cêntimo acima do ano anterior.

“O comércio mundial de vinhos caiu muito em 2023, por razões diversas, desde a inflação ao aumento das taxas de juro e do custo de vida, sem esquecer o efeito das duas guerras e a instabilidade económica com que as famílias viveram, o que levou a que as nossas exportações tenham baixado. Ainda assim, os dados dos nossos concorrentes a nível mundial apontam para quedas muito superiores à nossa, significando que, apesar de tudo, Portugal aumentou a sua quota no mercado mundial de vinhos”, diz Frederico Falcão.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!