Início Manchete Diretores da Tesla se sentiam ‘pressionados’ a usarem drogas com Elon Musk

Diretores da Tesla se sentiam ‘pressionados’ a usarem drogas com Elon Musk

O empresário Elon Musk supostamente criou uma cultura que incentiva o uso de drogas entre conselheiros e diretores das suas companhias. Os executivos alegaram que se sentiam “pressionados” a consumir entorpecentes para estarem próximos do magnata e por medo de que iriam incomodar o bilionário, além de perder “status social” ao recusarem ingerir tais substâncias. As informações foram divulgadas pelo Wall Street Journal, no domingo, 4.

De acordo com o jornal, uma diretora da Tesla, empresa de automóveis de Elon Musk, teria escolhido não concorrer a uma reeleição para um cargo de conselho na companhia devido ao intenso uso de drogas e comportamento “imprevisível” do magnata. Em janeiro, notícias da mesma agência divulgaram que o empresário teria usado cocaína, LSD, cogumelos alucinógenos e ketamina ao longo dos anos.

Executivos da SpaceX, fabricante de sistemas aeroespaciais cujo dono é Elon Musk, também relataram que o empresário estaria sob efeito de entorpecentes durante reuniões da companhia, em que ele teria chegado atrasado uma hora e arrastando palavras por 15 minutos antes do presidente da empresa assumir as rédeas do encontro. O abuso de substâncias divulgado poderia comprometer contratos bilionários da corporação com a Nasa.

Leia mais em Istoé

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!