Israel usa fome como arma de guerra em Gaza, diz ONG

A Human Rights Watch (HRW) acusou esta segunda-feira o governo de Israel de "utilizar a fome de civis como método de guerra" na Faixa de Gaza ocupada, o que constitui um crime de guerra.

por Gonçalo Lopes

“As forças israelitas estão a bloquear deliberadamente o fornecimento de água, alimentos e combustível, impedindo deliberadamente a assistência humanitária, aparentemente arrasando zonas agrícolas e privando a população civil de objetos indispensáveis à sua sobrevivência”, escreveu a organização não-governamental (ONG) num comunicado enviado à Lusa.

A HRW notou que, desde o ataque do Hamas a Israel, a 7 de outubro, políticos israelitas, incluindo o Ministro da Defesa, Yoav Gallant, o Ministro da Segurança Nacional, Itamar Ben-Gvir, e o Ministro da Energia, Israel Katz, “fizeram declarações públicas a expressar o objetivo de privar os civis em Gaza de alimentos, água e combustível”.

Declarações que refletem “uma política que está a ser levada a cabo pelas forças israelitas”, referiu-se na nota.

Leia mais em Diário de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!