Início Macau Uma granada que pode salvar vidas? “Queremos chegar a todo o lado, China e Macau é um objetivo”

Uma granada que pode salvar vidas? “Queremos chegar a todo o lado, China e Macau é um objetivo”

Há uma granada que pode salvar vidas. Ou melhor, há um aparelho desenhado por uma startup espanhola que pode ajudar mulheres em apuros. Tudo foi desenhado e pensado ao pormenor, já deu os primeiros passos em Espanha e prepara-se para alcançar sucesso além-fronteiras. Julieta Rueff, fundadora e CEO da FlamAid, que conta com capital de Angola, conta tudo ao PLATAFORMA

Gonçalo Francisco

– O que é a FlamAid?

Julieta Rueff – É uma granada passiva que utiliza os seus 100 decibéis de som para dissuadir potenciais predadores, alertando também as autoridades. É um aparelho mais pequeno que uma granada, embora com o mesmo formato, tem dimensões mais pequenas.

– Foi pensada apenas para as mulheres?

J.R. – Foi. O objetivo é que todas as mulheres, por tudo o que se tem falado em termos de abusos, possam chegar a casa em segurança. Há dados que apontam que uma em cada três sofrem violência física ou sexual, eu também passei por isso e lembrei-me de algo que poderia ajudar. É uma forma de assustar quem possa estar a colocar em perigo a vida de uma outra pessoa, neste caso uma mulher um adolescente do sexo feminino. Um jantar fora ou uma saída à noite não pode ser encarada de uma forma assustadora. Queremos ajudar a que uma mulher não pense apenas no perigo quando sai sozinha à noite.

“É uma granada passiva que utiliza os seus 100 decibéis de som para dissuadir potenciais predadores, alertando também as autoridades”

– Quanto custa um aparelho deste género e como pode ser usado?

J.R. – A granda da FlamAid tem o custo de 40 euros e é simples de usar. Tem o desenho exato de uma granada, mas mais pequena e leve. É muito simples de usar, em caso de uma situação incómoda. Basta retirar a cavilha de segurança e ela emitirá um som bastante alto, capaz de se ouvir em dois quarteirões. Além do som, ela também envia uma comunicação para as autoridades e para as pessoas que o cliente escolhe na aplicação. A grande diferença de outros produtos de autodefesa é que esta é visível, ao contrário de outros. Tem uma forma de granada, mas é bastante leve e não pesada, pode colocar-se dentro de uma bolsa ou mesmo no bolso das calças. É feita de silicone e ao contrário do que se possa pensar, o som que emite não irá causar danos à audição, esses só surgem a 130 decibéis ou mais por mais de 10 minutos.

– Têm tido feedback positivo da mesma?

J.R. – Sim, honestamente temos. Muitos perguntam se é fácil de usar, pois pensam logo numa granada. Mas o feedback que temos tido, depois de explicar o funcionamento do mesmo, é que comprariam, sobretudo pais, para que as filhas, mais jovens, possam usar numa saída à noite ou mesmo quando vão para uma simples saída às compras.

Tanto China como Macau é um objetivo, podem ser o passo mais importante a dar, olhando para o
mercado asiático. Estamos disponíveis para chegar a esse lado do mundo”

– Há perspetivas de poder chegar a outros mercados, nomeadamente na Ásia, como China ou Macau?

J.R. – Sem dúvida, pretendo expandir para todo o mundo, penso que é algo único. A Web Summit serviu para mostrar o aparelho a outros mercados. Tanto China como Macau é um objetivo, podem ser o passo mais importante a dar, olhando para o mercado asiático. Estamos disponíveis para chegar a esse lado do mundo. Tivemos alguns contatos e agora vamos ver o que podemos fazer para que as mulheres desse lado do mundo possam sentir-se mais seguras com a nossa FlamAid.

– E qual o passo a dar depois da FlamAid?

J.R. – Sinceramente, algo para as crianças. Pensamos só nos adultos, mas também as crianças estão em perigo no mundo atual. É apenas uma ideia, mas estamos a pensar em algo que possa fazer sentido para que as crianças se sintam seguras, nomeadamente quando estão sozinhas.

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!