Início Atualidade Pequim recusou telefonema do chefe do Pentágono após abate de balão chinês nos EUA

Pequim recusou telefonema do chefe do Pentágono após abate de balão chinês nos EUA

Lusa

Pequim recusou no sábado um telefonema, proposto pelos Estados Unidos, entre o secretário da Defesa, Lloyde Austin, e o seu homólogo, Wei Fenghe, logo após a Força Aérea norte-americana ter derrubado o balão chinês, foi hoje divulgado.

“O nosso compromisso de manter os canais de comunicação abertos vai continuar”, garantiu, no entanto, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA (Pentágono), Pat Ryder.

Esta rejeição, divulgada em comunicado pelo Pentágono, confirma a deterioração das relações entre as duas principais potências mundiais, noticia a agência France-Presse (AFP).

Os militares norte-americanos abateram, no sábado, ao largo da costa do estado da Carolina do Sul, no sudeste do país, um balão chinês, considerado pelo Pentágono como um dispositivo de espionagem.

A China disse que se tratava de um balão de uso civil e acusou os Estados Unidos de “exagerarem” ao usarem a força.

“No sábado, logo após tomar medidas para derrubar o balão do Partido Comunista Chinês, o Departamento de Defesa [dos EUA] apresentou um pedido de ligação segura entre Austin e o ministro da Defesa chinês Wei Fenghe”, detalhou Pat Ryder.

“As comunicações entre os nossos Exércitos são particularmente importantes em momentos como este. Infelizmente, o Partido Comunista Chinês recusou o nosso pedido”, acrescentou.

A descoberta do balão no espaço aéreo dos EUA desencadeou uma crise diplomática entre Washington e Pequim e levou à suspensão da viagem que Blinken tinha planeado fazer ao país asiático entre domingo e segunda-feira.

Depois de abaterem o dispositivo chinês no sábado, os Estados Unidos já recuperaram os primeiros destroços, mas Washington vincou que não existe qualquer intenção de os devolver à China.

A Colômbia anunciou também, no fim de semana, que um balão sobrevoou o seu território, informação confirmada por Pequim.

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!