MICE: Produtos para todos os gostos em Macau

por Mei Mei Wong

A FEIRA DE PRODUTOS DE MARCA DA PROVÍNCIA DE GUANGDONG E MACAU 2022 (2022 GMBPF, NA SIGLA INGLESA), JUNTOU MAIS DE 350 EMPRESAS DA GRANDE BAÍA NO VENETIAN MACAO, ENTRE 11 A 13 DE NOVEMBRO. A EDIÇÃO PROCUROU APRIMORAR O ‘BUSINESS MATCHING’ E A SUA COMPONENTE ONLINE. PARA QUEM PARTICIPOU E VISITOU, FICOU CLARO QUE HOUVE MELHORIAS DE UM ANO PARA O OUTRO

O evento incluiu uma Zona de Exposição de Produtos de Marcas da Província de Guangdong, outra de Macau, uma para a iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, e ainda uma Zona de Exposição das Quatro Principais Indústrias. Foi uma edição superior à do ano passado, considera Cheong, proprietária de uma loja de sardinhas portuguesas enlatadas.

Leia também: MICE: sector espera que medidas da China não afectem negócio

“Antes era tudo apenas carne de vaca e biscoitos de amêndoa, não havia nada relacionado com Países de Língua Portuguesa.” Existe sempre um obstáculo natural, o da distância geográfica e cultural, mas a empresária salienta ao PLATAFORMA que, no desenvolvimento da gastronomia portuguesa para a Grande Baía, consegue ver cada vez “mais negócios dos PLP a desenvolverem-se nessa direção”.

“NÃO ESTAVA À ESPERA DE UMA FEIRA DESTA DIMENSÃO”

Cerca de 9.000 metros quadrados comportaram 350 empresas instaladas em 400 bancas. “Não estava à espera de uma feira desta dimensão”, diz uma visitante ao jornal, que apenas passeava por Macau e acabou por entrar na feira que o Venetian albergou.

A edição de 2022 procurou realçar ainda mais o seu aspeto de business matching, com a colocação de 50 profissionais ao dispor das empresas para facilitar a correspondência. Procurou também ter um leque de produtos diversificados, para impulsionar o desenvolvimento das quatro indústrias que permitirão a diversificação económica de Macau. Sandy, uma estudante universitária local, espera que estes eventos também tragam novas ofertas turísticas.

“Macau é uma cidade pequena, precisamos de mais elementos para promover a economia local”.

Leia também: Fuga de eventos de Macau

Ao todo, mais de 180 pequenas e médias empresas locais participaram. Destas, 130 já apostam nas indústrias que o Governo pretende que sejam a alavanca da diversificação – finanças modernas, turismo, Big health e tecnologia.

De Guangdong vieram 118 expositores para aumentar o número e perceber as oportunidades que Macau oferece. Entre o formato offline e online, foram feitas cerca de 140 correspondências entre empresas.

FEIRA VIRTUAL

Não foi só no espaço físico que se realizou a Feira. Aliás, a componente online começa a ser cada vez mais importante, sobretudo quando as restrições pandémicas ainda vigoram. Só no formato online estiveram em exibição 1.500 produtos e participaram mais de 160 empresas. Várias plataformas de comércio digital também marcaram presença para apresentar mais de uma centena de produtos. Entre visualizações no website da 2022 GMBPF e as audiências nas livestreams, houve uma plateia de mais de um milhão de pessoas.

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!