Festival Amadora BD 2022 será dedicado à relação Portugal-França - Plataforma Media

Festival Amadora BD 2022 será dedicado à relação Portugal-França

O próximo festival Amadora BD, em outubro, será dedicado à relação entre Portugal e França e contará, pela primeira vez, com um espaço dedicado aos videojogos, revelou ontem a organização

Organizado pela câmara municipal da Amadora, o festival internacional de banda desenhada chega à 33.ª edição, agendada de 20 a 30 de outubro, com o núcleo central da programação a situar-se no Ski Skate Amadora Park e com exposições previstas ainda para a galeria Artur Bual e para a biblioteca Fernando Piteira Santos.

Embora não tenham sido revelados ainda detalhes, o tema geral da edição deste ano do Amadora BD será a relação entre Portugal e França, enquadrando-se na programação cultural da Temporada Cruzada entre os dois países, que termina em outubro.

No âmbito da Temporada Cruzada, o Amadora BD programou em parceria com o festival Lyon BD, em junho passado em França.

Este ano, o Amadora BD voltará a ser no Ski Skate Amadora Park, com uma área alargada de 2.100 metros quadrados, para exposições, zona comercial, lançamentos editoriais, debates, sessões de autógrafos e, pela primeira vez, um espaço para atividades de ‘gaming’ (videojogos, realidade virtual e jogos ‘Arcade’).

O festival contará novamente com os Prémios de Banda Desenhada da Amadora, que atribuirá um galardão monetário de 5.000 euros à melhor obra de banda desenhada de um autor português.

Este ano, uma das exposições previstas será sobre o romance gráfico “Balada para Sophie”, de Filipe Melo e Juan Cavia, que venceu em 2021 o prémio de melhor banda desenhada de autor português do festival AmadoraBD.

O desenhador argentina Juan Cavia é o autor do cartaz oficial do 33.º festival.

Related posts
MundoSociedade

Ocean Viking resgata 90 migrantes no Mediterrâneo este fim de semana

Política

Segurança e despique entre Macron e Mélenchon marcam campanha

Política

Macron tem "consciência" dos desafios do novo mandato

EconomiaMundo

Macron avalia com Modi redução da dependência energética russa

Assine nossa Newsletter