Estudos apontam mercado de Wuhan na China como início da Covid-19 - Plataforma Media

Estudos apontam mercado de Wuhan na China como início da Covid-19

O primeiro estudo é uma análise geográfica que mostra que os primeiros casos, detetados em dezembro de 2019, estavam concentrados naquele mercado.

Já a segunda investigação, é uma análise genómica do vírus dos primeiros casos, mostrando que é muito improvável que o vírus tenha circulado amplamente entre humanos antes de novembro de 2019.

Os estudos foram divulgados esta terça-feira na revista Science, noticiou a agência France-Presse (AFP).

Desde o início da pandemia de covid-19 que existe o debate entre especialistas, que ainda procura, quase três anos depois, esclarecer o mistério sobre a origem do vírus SARS-CoV-2.

Um dos autores destes estudos, Michael Worobey, virologista da Universidade do Arizona, assinou uma carta em 2021 onde pedia que fosse seriamente considerada a hipótese de uma fuga de um laboratório em Wuhan.

No entanto, com os dados analisados desde então, o cientista considera agora “que simplesmente não é plausível que o vírus tenha sido introduzido de outra forma que não seja através do comércio de animais no mercado de Wuhan”, segundo explicou em conferência de imprensa.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Related posts
MundoSociedade

Covid-19: Bruxelas chega a acordo com Moderna sobre entrega de novas doses

Sociedade

Quarentena já não é obrigatória na Áustria para casos positivos

MundoPolítica

COVID-19: OMS alerta para "outono e inverno difíceis" na Europa

MundoSociedade

Covid-19: OMS contra uso de dois medicamentos em casos leves ou moderados

Assine nossa Newsletter