"Um alívio para o mundo". Assinado acordo para desbloquear cereais - Plataforma Media

“Um alívio para o mundo”. Assinado acordo para desbloquear cereais

O acordo “vai trazer alívio aos países em desenvolvimento, à beira da falência, e às pessoas mais vulneráveis, à beira da fome, além de ajudar a estabilizar os preços globais dos alimentos”, defendeu António Guterres, secretário-geral da ONU, na abertura da cerimónia de assinatura do documento.

“Hoje há um farol no Mar Negro. O farol da esperança. O farol da possibilidade. O farol de alívio num mundo que precisa mais do que nunca”, afirmou.

O líder das Nações Unidas elogiou a Ucrânia e a Rússia por terem conseguido ultrapassar os obstáculos e chegar a um acordo e agradeceu à Turquia pela mediação e pela participação que terá no seu cumprimento.

Numa cerimónia realizada no Palácio Dolmabahçe, na cidade turca de Istambul, com a parceria da Turquia e da ONU, foram assinados dois documentos – já que a Ucrânia recusou assinar o mesmo papel que a Rússia – devendo o acordo vigorar durante quatro meses, sendo, no entanto, renovável.

Segundo o que já se sabe que foi acordado, depois de dois meses de negociações, o documento vai criar um centro de controlo em Istambul, dirigido por representantes das partes envolvidas: um ucraniano, um russo, um turco e um representante da ONU, que deverão estabelecer o cronograma de rotação de navios no Mar Negro.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter