Início » Ex-ministra moçambicana começa a ser julgada na segunda-feira

Ex-ministra moçambicana começa a ser julgada na segunda-feira

A ex-ministra do Trabalho de Moçambique Helena Taipo começa a ser julgada na segunda-feira, 14, pelo uso indevido de 113 milhões de meticais (1,6 milhões de euros) do Estado, noticiou hoje o jornal Notícias.

O caso será julgado pela 8.ª secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, num processo movido pelo Gabinete Central de Combate à Corrupção (GCCC).

A antiga ministra (2005-2015) da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) e outros 11 suspeitos são acusados de ter desviado aquele montante das contas da Direção do Trabalho Migratório (DTM), uma das entidades na altura tuteladas por Taipo.

Uma parcela do montante correspondia a taxas que as companhias mineiras sul-africanas pagam ao Estado moçambicano pela contratação de mão-de-obra.

De acordo com a acusação do GCCC, o dinheiro foi usado para a compra de imóveis, viaturas, cabazes de alimentos e bebidas alcoólicas, incorrendo os arguidos nos crimes de peculato, abuso de confiança, participação económica em negócio e ainda crimes de falsificação.

Leia mais em Jornal de Angola

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!