Academia Brasileira de Letras elege romancista José Paulo Cavalcanti

Academia Brasileira de Letras elege romancista José Paulo Cavalcanti

A Academia Brasileira de Letras elegeu ontem, com 21 votos, o advogado e romancista José Paulo Cavalcanti, um profundo conhecedor da obra do poeta português Fernando Pessoa, para a cadeira 39 do seu quadro de membros efetivos

“José Paulo Cavalcanti é um renomado estudioso de Fernando Pessoa, tão íntimo e intenso, como se fosse parente espiritual do poeta. Ensaísta e pesquisador refinado, a biografia que ele redigiu sobre Pessoa circula nos quatro cantos da Terra. José Paulo entra para a ABL com o passaporte da literatura. Ou talvez com mais de um documento, se considerarmos os heterónimos de pessoa, que assombram e iluminam o novo Académico eleito”, declarou o presidente da ABL, Marco Lucchesi.

Cavalcanti, que foi eleito numa cerimónia no palacete Petit Trianon, no Rio de Janeiro, sucede assim ao professor Marco Maciel na cadeira 30, que morreu em junho último.

José Paulo Cavalcanti Filho nasceu em Recife em 1948, e, além de advogado, já atuou como secretário-geral do Ministério da Justiça e foi ministro (interino) da Justiça no Governo do ex-presidente José Sarney.

Já presidiu o Conselho Administrativo de Defesa Económica (CADE), a Empresa Brasileira de Notícias (EBN) – atual Empresa Brasil de Comunicação (EBC) – e o Conselho de Comunicação Social (órgão do Congresso Nacional), segundo a ABL.

Consultor da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e do Banco Mundial, ocupa atualmente a cadeira 27 da Academia Pernambucana de Letras.

Cavalcanti é também membro da Ordem dos Advogados do Brasil, diretor do escritório de advocacia José Paulo Cavalcanti, do Instituto dos Advogados de Pernambuco, e do Instituto dos Advogados Brasileiros.

A sua vasta carreira conta ainda com passagens peo Instituto de Direito Comparado Luso Brasileiro, Instituto Brasileiro de Estudos do Direito, entre outros.

Além da carreira na advocacia, José Paulo Cavalcanti é ainda romancista e possui mais de 18 títulos escritos, alguns deles já publicados no exterior. Em Portugal, as suas obras são editadas pela Porto Editora.

Também é um conhecedor profundo da obra do escritor português Fernando Pessoa. Em 2012, conquistou o prémio José Ermírio de Moraes, pelo livro “Fernando Pessoa – uma quase autobiografia”.

Também conquistou o primeiro lugar na Bienal do Livro e no Prémio Jabuti. É vencedor do Prémio II Molinello, de Itália. Recebeu, também, premiações na Roménia, Israel, Espanha, França, Holanda, Alemanha, Rússia, Inglaterra e Estados Unidos.

Related posts
CulturaPortugal

Marcelo condecora postumamente Saramago com o grande-colar da Ordem de Camões

BrasilCultura

Gilberto Gil é o novo membro da Academia Brasileira de Letras

CulturaMacau

“De Portugal a Macau – A viagem do Pátria” com edição bilingue

CulturaMoçambique

Moçambicana Paulina Chiziane vence Prémio Camões

Assine nossa Newsletter