Início Macau Nova Lei do Jogo prevê proibição de subconcessões

Nova Lei do Jogo prevê proibição de subconcessões

Eduardo Santiago

Proibição das subconcessões, maior fiscalização da atividade do jogo e a introdução de um delegado do Governo junto das operadoras são algumas das mudanças que o Executivo quer introduzir na nova lei de jogo

A partir de ontem está aberta uma consulta pública sobre a alteração à lei do jogo que irá prolongar-se até 29 de Outubro.

Em conferência de imprensa, o secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, não adiantou os planos para a limitação do número de concessões nem eventuais alterações ao imposto de jogo, mas assegurou, no entanto, que será introduzido um novo mecanismo de fiscalização das operadoras na figura de um delegado do Governo à imagem do que já se sucede com outras concessionárias como a CEM e a TDM.

“[A revisão] da lei de jogo proíbe a subconcessão e não encorajamos a existência da subconcessão. No futuro regime não podemos expandir o sector de forma indefinida, por isso, um limite ao número de concessões acho que é adequado”, explicou Lei Wai Nong.

Para além disso, o Governo pretende implementar mecanismos para uma maior fiscalização do sector.

“Temos o dever de zelar que essas concessionárias tenham a capacidade financeira suficiente para operar as atividades e também, nesse raciocínio, a distribuição de lucros”, disse o secretário.

Em relação à colocação de um delegado do Governo junto das operadoras de jogo, Lei Wai Nong referiu que tal medida tem como objectivo optimizar os processos de fiscalização.

Leia mais em TDM

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!