Moçambique no "bom caminho" para vender diamantes no mercado internacional - Plataforma Media

Moçambique no “bom caminho” para vender diamantes no mercado internacional

O Conselho de Ministros de Moçambique anunciou hoje que o país está no “bom caminho” no cumprimento dos procedimentos internacionais exigidos para a venda de diamantes certificados, no quadro do chamado Processo de Kimberley.

“Estamos muitos avançados, estamos numa fase avançada de cumprimento dos requisitos internacionais de certificação, estamos no bom caminho”, afirmou o porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze.

Suaze avançou que o país aprovou legislação e regulamentos, criou a Unidade de Gestão do Processo de Kimberley (UGPK), montou entrepostos de diamantes e está a formar pessoal em classificação e transparência no negócio de diamantes.

“Em setembro, uma equipa de peritos internacionais em Processo de Kimberley vem a Moçambique verificar os passos já dados para que o país comercialize diamantes certificados”, adiantou o porta-voz do Conselho de Ministros.

Com as ações, o país quer que os diamantes, gemas e pedras preciosas que vai colocar no mercado internacional estejam isentos de dúvidas em relação à licitude da sua extração.

O Processo de Kimberley é um mecanismo internacional que defende a transparência no negócio e combate a venda de diamantes extraídos em zonas de guerra e cujas receitas são usadas para o financiamento da violência armada e ilegítima.

Assine nossa Newsletter