Human Rigths Watch acusa China de minar vida de milhares de cambojanos com nova barragem - Plataforma Media

Human Rigths Watch acusa China de minar vida de milhares de cambojanos com nova barragem

Em causa está a construção de uma barragem hidroelétrica que “inundou grandes áreas a montante da confluência dos rios Sesan e Srepok, dois afluentes do rio Mekong”, no Camboja.

A organização não-governamental (ONG) Human Rights Watch (HRW) acusou esta terça-feira a China de minar a vida e a subsistência de milhares de indígenas e minorias étnicas no Camboja ao construir uma das “maiores barragens da Ásia”.

Em causa está a construção de uma barragem hidroelétrica que “inundou grandes áreas a montante da confluência dos rios Sesan e Srepok, dois afluentes do rio Mekong”, no Camboja e que, segundo a HRW, violou “direitos económicos, sociais e culturais resultantes da deslocação (…) de quase cinco mil pessoas cujas famílias viviam na zona há gerações”.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Assine nossa Newsletter