Exército abre processo disciplinar contra Pazuello por ato político com Bolsonaro - Plataforma Media

Exército abre processo disciplinar contra Pazuello por ato político com Bolsonaro

Mourão expõe desconforto após gesto de ex-ministro da Saúde que é general da ativa; Força instaura procedimento, mas evita divulgação pública.

No primeiro dia útil após a ida do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello a um palanque político ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o Exército abriu um procedimento disciplinar contra o general da ativa.

A abertura do processo foi confirmada à Folha por integrantes da cúpula da Força. Eles pressionam para que seja cumprido o regulamento da instituição. Por outro lado, bolsonaristas pressionam a favor da preservação de Pazuello, que blindou Bolsonaro ao depor na CPI da Covid.

O comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, se reuniu nesta segunda (24) com o ministro da Defesa, general da reserva Walter Braga Netto, para discutir o gesto do ex-ministro da Saúde, que causou constrangimento ao meio militar.

Ficou decidido que uma posição formal sobre o caso deveria ser dada pelo Exército, mas isso não ocorreu mais de 30 horas após o episódio.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Assine nossa Newsletter