Covid-19: Governo timorense quer renovar estado de emergência e acelerar vacinação - Plataforma Media

Covid-19: Governo timorense quer renovar estado de emergência e acelerar vacinação

O Governo timorense deliberou hoje solicitar ao Presidente a renovação do estado de emergência por mais 30 dias, até ao final de junho, devido à covid-19, procurando intensificar a campanha de vacinação em curso.

Em comunicado, depois da reunião de hoje do Conselho de Ministros, o Governo explicou que a decisão de estender o estado de emergência se prende com a “evolução preocupante da situação epidemiológica e a proliferação de casos registados de contágio de covid-19, e de modo a evitar e neutralizar os riscos de propagação do SARS-CoV-2”.

A decisão, para “proteger a saúde pública e a capacidade de resposta do Sistema Nacional de Saúde” foi tomada depois de uma análise do ponto de situação epidemiológica do país pela Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Desde março de 2020 até agora o país esteve sempre em estado de emergência, com a exceção de um mês, em meados do ano passado.

Timor-Leste está atualmente a viver o pior momento da pandemia da covid-19, com 10 mortos e máximos em casos diários e hospitalizações, com 2.238 casos ativos no país, dos quais cerca de 83% em Díli.

As autoridades estimam que, no entanto, possa haver mais de 50 mil pessoas infetadas em Díli.

A taxa de incidência a nível nacional é de 13,8/100 mil habitantes e em Díli é de 42,5/100 mil habitantes.

Na reunião de hoje, o executivo aprovou ainda uma resolução que pretende acelerar o processo de vacinação em curso no país, atingindo uma média de 5.000 inoculações por dia (o dobro da média atual).

A resolução, apresentada pelo ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidelis Manuel Leite Magalhães, “define os objetivos para a campanha de vacinação e orientações para assegurar o cumprimento das medidas preventivas em vigor”.

O Governo “define como objetivo alcançar, na campanha de vacinação, o número de 5000 vacinadas por dia, orientando os departamentos relevantes no sentido de criarem os mecanismos necessários para acelerar o ritmo de vacinação”, explica-se no comunicado do Governo.

Segundo a resolução, “a vacinação parcial ou completa é definida como critério relevante a adotar pela administração pública na determinação dos funcionários em regime de trabalho presencial”.

“É também dada orientação a todos os departamentos do Governo no sentido de aprovarem os regulamentos internos necessários a assegurar o comprimento das medidas preventivas em vigor no funcionamento interno dos serviços e no atendimento público”, adianta-se.

Assim, e até ao final do dia de terça-feira, já foram inoculados com a primeira dose em Díli quase 36 mil pessoas, o que representa 10,2% da população estimada de 352 mil pessoas.

Em termos nacionais, já receberam a primeira dose mais de 48.500 pessoas o que equivale a cerca de 3,4% da população estimada de 1,45 milhões de pessoas.

Além do apoio australiano, o país recebeu no início de abril os primeiros 2.400 frascos oferecidos pelo mecanismo COVAX.

Um segundo carregamento de cerca de 2.000 frascos da vacina AstraZeneca oferecidos pela Austrália chegou hoje a Díli, onde permitirá aumentar a vacinação.

O carregamento que chegou hoje à capital é o segundo depois do primeiro lote enviado para o país no passado dia 05 de maio, no âmbito do programa de apoio australiano à vacinação contra a covid-19 em Timor-Leste.

Peter Roberts, embaixador australiano em Díli, confirmou à Lusa que a Austrália vai continuar a enviar carregamentos “com regularidade”, no âmbito de uma oferta que permitirá cobrir até 80% da população do país.

Ainda este mês, a Organização Mundial de Saúde, com o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (UNICEF, na sigla em inglês), parceiro logístico para o transporte das vacinas, espera que possam chegar a Díli mais 76 mil doses da AstraZeneca, do mecanismo COVAX, permitindo continuar a vacinação na capital – incluindo dar já a segunda dose aos primeiros vacinados – e retomar a vacinação fora de Díli.

Related posts
SociedadeTimor-Leste

Covid-19: Número de novos casos em Díli caiu significativamente

PolíticaSociedade

Covid-19: Governo timorense levanta confinamento obrigatório em Díli

SociedadeTimor-Leste

Governo timorense renova maioria das cercas sanitárias e reforça plano de vacinação

SociedadeTimor-Leste

Covid-19: Vacinação está a levar a queda de incidência em Díli

Assine nossa Newsletter