Vinte aviões rondaram espaço aéreo de Taiwan após acordo com EUA - Plataforma Media

Vinte aviões rondaram espaço aéreo de Taiwan após acordo com EUA

Um número recorde de 20 aviões de combate chineses rondou sexta-feira o espaço aéreo de Taiwan, depois de assinado em Washington um acordo de cooperação marítima entre os Governos norte-americano e taiwanês.

Segundo o Ministério da Defesa Nacional de Taiwan, os aparelhos do Exército de Libertação do Povo, da República Popular da China, envolvidos nas manobras foram dez caças J-16, dois caças J-10, quatro bombardeiros H-6K, dois Y-8 anti-submarino, um KJ-500 de vigilância e um Y-8 de reconhecimento tático.

A Força Aérea de Taiwan respondeu colocando no ar caças para seguir os movimentos dos aviões chineses, lançando alertas através da rádio e mobilizando defesas aéreas.

Na quinta-feira, Taiwan e Estados Unidos assinaram um memorando de entendimento para criação de um Grupo de Trabalho da Guarda Costeira, na sequência da recente aprovação pela China de uma Lei da Guarda Costeira que autoriza o uso de força contra navios estrangeiros em águas em que é reclamada a soberania chinesa, como é o caso de Taiwan.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MundoPolítica

Trump anuncia visita à fronteira "sem lei" entre EUA e México

China

China envia número recorde de jatos de combate em direção a Taiwan

ChinaMundo

EUA entram em diálogo com Taiwan sobre comércio apesar das advertências da China

MundoSociedade

Carolina do Sul força condenados à morte a escolher entre cadeira elétrica e pelotão de fuzilamento

Assine nossa Newsletter