“Babysitting felino”, o nascimento de uma nova indústria de serviços

“Babysitting felino”, o nascimento de uma nova indústria de serviços

Durante o Festival da Primavera, Hua Jing apanha o autocarro todos os dias para visitar a casa dos clientes. Ajuda-os a alimentar os gatos, brinca com eles, limpa a areia e leva o lixo à rua. Os clientes nunca a viram pessoalmente. O pedido foi feito numa plataforma de vendas de artigos em segunda mão. Posteriormente enviam a Hua Jing as chaves de casa e a morada por WeChat.

“Fiquei sensibilizada com a confiança que estas pessoas, desconhecidas depositaram em mim”, diz Hua Jing.

Natural de Hubei, com 25 anos, trabalha na área financeira em Yinchuan, no noroeste de Ningxia, e tem dois gatos. Este trabalho de babysitting para gatos é um part-time, uma ideia que criou e desenvolveu durante a pandemia.

Há pouco mais de um ano, em janeiro de 2020, voltou para a terra natal, em Hubei, imediatamente antes de o surto de Covid-19 começar. Como acabou por não poder regressar a Yinchuan, teve de pedir a alguns colegas para alimentar os gatos, os quais acabaram por ficar sozinhos em casa.

Apercebeu-se de que deveriam existir várias pessoas com necessidades semelhantes, e como possuía experiência com gatos, assim que voltou a Yinchuan partilhou a ideia do babysitting para gatos através de um anúncio na plataforma de vendas em segunda mão “Idle Fish”, popular entre o público mais jovem.

O serviço que fornece ajuda a alimentar gatos de pessoas que estejam de férias ou em viagens de trabalho e não tenham possibilidade de cuidar dos animais, com um custo de 30 RMB. “Nas cidades existem vários jovens que necessitam deste serviço”, afirma Hua Jing, que em muito pouco tempo conseguiu responder a uma dezena de pedidos dos respetivos serviços.

Nesta plataforma de vendas de artigos em segunda mão, os utilizadores podem fazer mais do que apenas vendas. Podem igualmente publicitar a procura e a oferta de serviços. De acordo com os dados partilhados pela empresa, a plataforma recebeu mais de 30 mil pedidos de babysitting de gatos durante este período de ano novo por cidade.

Wang Shuixiong, investigador e professor na Academia Nacional de Desenvolvimento e Estratégia da Universidade Renmin, afirma que a sociedade moderna é altamente móvel. Muitos jovens mudam-se para grandes cidades na procura de melhores oportunidades, criando assim uma grande procura nesta área de serviços.

“O desenvolvimento da internet e de novas plataformas económicas consegue dar resposta a esta procura. Além do mais, as medidas de regulação que o Governo impôs sobre transações online oferecem aos respetivos utilizadores um sentimento de segurança”, afirma.

Acrescenta que os jovens contemporâneos possuem um alto sentido de independência e limites pessoais, e o apoio social está em constante evolução com o desenvolvimento da internet. Situações em que no passado as pessoas iriam recorrer a amigos ou família são agora resolvidas pelos jovens com o uso de serviços como este.

No “Idle Fish”, além de serviços de alimentação de gatos, também podemos pedir uma limpeza de campo no dia Qingming ou trocar de casa com alguém.

Tang tem 35 anos é natural de Changsha, Hunan. Desde setembro do ano passado que partilha os serviços de “monitorização online” numa plataforma de vendas em segunda mão. Até agora já serviu 500 alunos ao longo de sete meses. Os serviços têm um custo de 5 RMB por dia, fazendo com que durante o pico de clientes conseguisse ganhar cerca de 10 mil RMB mensais.

A “monitorização online” consiste em supervisionar alguém através do WeChat ou de outra plataforma de videochamada para garantir que completam os respetivos planos de estudo ou exercício físico. Tang licenciou-se em comércio online e trabalha a tempo inteiro. Um dia descobriu este tipo de serviços numa plataforma de vendas e quando se apercebeu que não eram necessários grandes requisitos, decidiu experimentar.

“A maioria dos clientes são alunos universitários que querem evoluir”, afirma Tang, que acrescenta que muitas vezes os colegas e amigos não são muito eficazes a fazer esta supervisão. O ideal é ter um estranho a controlar. Nas avaliações do serviço podemos encontrar uma grande série de elogios à atividade que desenvolve, com alguns “clientes” a afirmam terem conseguido passar nos exames devido à ajuda concedida a troco da prestação de um serviço.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter