Profissionais do setor funerário querem estar entre os prioritários na vacinação - Plataforma Media

Profissionais do setor funerário querem estar entre os prioritários na vacinação

Profissionais de funerárias dizem estar em em ambientes de risco e desempenhar uma atividade de primeira necessidade.

Dirigentes de associações representativas do setor funerário defenderam esta quarta-feira que os profissionais desta área devem integrar os grupos prioritários de vacinação contra a covid-19, justificando com o risco e com o facto de ser uma atividade de primeira necessidade.

“A vacinação [dos profissionais] do setor é importante”, afirmou à agência Lusa o presidente da Associação Portuguesa dos Profissionais do Setor Funerário, Paulo Carreira, alertando que numa “pequena funerária, com poucos recursos, se um dos elementos é infetado, a probabilidade de ter de isolar profilaticamente toda a equipa é enorme”.

“Logo, essa funerária vai estar incapaz de, durante pelo menos 15 dias, poder realizar funerais”, declarou, admitindo que esta situação “poderá estar a acontecer” e se “em grandes cidades não é tão visível pela quantidade de funerárias que consegue absorver” a necessidade atual, em cidades mais pequenas esta dificuldade “poderá ter uma visibilidade maior”.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Mais de metade da população considera que os políticos não devem ter prioridade na vacinação

PortugalSociedade

Reino Unido e Itália com mais impacto no início da pandemia em Portugal

PortugalSociedade

Quase menos 200 mil consultas e menos 21 mil cirurgias só em janeiro

PortugalSociedade

46% dos portugueses antecipam confinamento até à Páscoa

Assine nossa Newsletter