Cimeira UE-Índia com o objetivo de ter alternativa à China - Plataforma Media

Cimeira UE-Índia com o objetivo de ter alternativa à China

No ano passado, Modi não chegou a vir à Europa por causa da pandemia, mas em maio Costa espera receber o primeiro-ministro indiano no Porto para reforçar uma cooperação que é estratégica para a União Europeia e muito importante para Portugal.

Acimeira UE-Índia agendada para maio, e que pode quase coincidir nas semanas antes ou depois com uma visita a Bruxelas do novo presidente americano, é uma bela oportunidade para a União Europeia reforçar a aposta no multilateralismo. Mas sobretudo para Portugal, que assume a presidência semestral da UE, mostrar que é capaz de tirar vantagens da sua capacidade para fazer pontes seja como os Estados Unidos de Joe Biden, seja com a Índia de Narendra Modi, seja com a China de Xi Jinping. Tanto para os 27 em geral como para o governo de Lisboa em particular, um reforço da relação com os indianos servirá de contraponto à crescente influência chinesa, que preocupa já muitas capitais, até porque a China parece sair reforçada da pandemia de covid-19, pois foi em 2020 a única grande economia que cresceu.

“No contexto internacional a Índia é um Estado que tem sido menosprezado. A ascendência da China ofusca Nova Deli, que não deixa de ter uma economia vibrante e, principalmente, um pendor para a tecnologia que tem feito com que os Estados Unidos tenham procurado cérebros indianos para Silicon Valley”, afirma Diana Soller, do IPRI-Nova. Acrescenta a investigadora que “a Índia é uma possível fonte de diversificação, especialmente neste período de ascensão em que procura mercados que não estejam já completamente tomados pela China. Portugal pode ter um papel importante neste contexto devido aos laços históricos com Nova Deli”.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
ChinaPolítica

China e Índia anunciam retirada de tropas em área disputada

ChinaMundo

China partilha vídeo dramático de confronto com tropas da Índia

AngolaPolítica

Angola e Índia decidem reforço da cooperação

Angola

Angola e Índia analisam cooperação nos setores da indústria e comércio

Assine nossa Newsletter