Adolescente trans de 13 anos é espancada até a morte no Ceará - Plataforma Media

Adolescente trans de 13 anos é espancada até a morte no Ceará

Jovem se tornou a mais jovem transexual assassinada no país, segundo associação

No mês que celebra o Dia da Visibilidade Trans, Keron Ravach se tornou a mais jovem transexual assassinada no país.

Com 13 anos, a adolescente tímida, que fazia perfomances ao som de Anitta e Pabllo Vittar e que queria ser influenciadora digital, foi morta após socos, pedradas, pauladas, facadas, ter os olhos perfurados e a roupa introduzida no ânus. O crime aconteceu na madrugada da última segunda-feira (4), no município de Camocim, no interior do Ceará.

De acordo com a Antra (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), os transfeminicídios estão acontecendo cada vez mais cedo. Em 2017, a vítima mais jovem tinha 17 anos; em 2018, 16 anos; em 2019 e 2020, 15 anos; e em 2021, 13 anos.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Related posts
BrasilSociedade

Gêmeas trans brasileiras passam juntas por cirurgia de redesignação sexual

BrasilPortugal

Brasileira é encontrada morta em praia de Portugal após relatar ameaças em live

Brasil

Mais uma transexual brasileira é achada morta na Itália

Assine nossa Newsletter