Brasil facilita importação de revólveres e pistolas - Plataforma Media

Brasil facilita importação de revólveres e pistolas

O Brasil vai deixar de cobrar o imposto de importação para revólveres e pistolas, atualmente de 20%, informou hoje a Câmara de Comércio Exterior (Camex) numa resolução publicada no Diário Oficial da União (DOU).

A decisão foi comemorada pelo Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que publicou uma foto na rede social Facebook segurando uma arma no interior de um local usado para treino e prática de tiro desportivo.

– A CAMEX editou resolução zerando a Alíquota do Imposto de Importação de Armas (revólveres e pistolas). – A medida entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2021.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Wednesday, December 9, 2020

“A Camex editou resolução zerando a Alíquota do Imposto de Importação de Armas (revólveres e pistolas). A medida entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2021”, reforçou o chefe de Estado brasileiro.

Flexibilizar as normas para posse e porte de armas no Brasil são promessas de campanha de Bolsonaro.

Em conversa com apoiantes, o Presidente brasileiro já lamentou inúmeras vezes não ter conseguido facilitar mais o acesso a armas por depender de apoio do Congresso.

Em reunião ministerial realizada no dia 22 de abril, que foi divulgada no âmbito de uma acusação sobre interferência política na Polícia Federal feita pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro contra Bolsonaro, o chefe de Estado brasileiro defendeu que queria “todo mundo armado” no país.

Até agosto, o número de registos de armas de fogo em poder de colecionadores, atiradores e caçadores no Brasil mais que duplicou na comparação com o ano anterior.

Segundo dados do Exército brasileiro e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2019 foram registadas 225.276 armas no país. Entre janeiro e agosto deste ano o número de armas de fogo registadas no Brasil disparou para 496.172 unidades.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Bolsonaro defende armas na data comemorativa do Dia dos Mortos no Brasil

BrasilEconomia

Bolsonaro quer comprar armas nos EUA e aumenta atrito com indústria nacional

BrasilPolítica

Sara W. a líder da extrema-direita brasileira detida já foi feminista

BrasilPolítica

Apoiantes de Bolsonaro pedem intervenção militar

Assine nossa Newsletter