Cargueiro português destrói navio militar grego em acidente no Mediterrâneo - Plataforma Media

Cargueiro português destrói navio militar grego em acidente no Mediterrâneo

Dois membros da tripulação de um navio militar grego ficaram feridos sem gravidade, na terça-feira, depois de a embarcação ter colidido com um porta-contentores português ao largo do Pireu, o porto junto a Atenas. O comandante polaco do cargueiro foi acusado de ter provocado o acidente de forma negligente.

Os 27 marinheiros a bordo do navio “Kallisto” foram resgatados por barcos-patrulha da guarda costeira e os tripulantes feridos foram levados para o hospital da Marinha em Atenas, para tratamento.

O navio draga-minas sofreu graves danos na popa e foi rebocado para a base naval na ilha vizinha de Salamina, disse o ministério da Marinha Mercante, citado pela AFP. Segundo os meios de comunicação locais, não terá reparação possível.

Três barcos de patrulha da Guarda Costeira, dois navios antipoluição, uma outra embarcação, um helicóptero da Marinha e quatro rebocadores estiveram envolvidos na operação de salvamento, após o acidente, que ocorreu cerca das 5.30 horas de terça-feira, acrescentou o ministério grego.

Leia mais em Jornal de Notícias

Artigos relacionados
MundoSociedade

Navio militar italiano que intercetava migrantes era pirata do contrabando no Mediterrâneo

MundoSociedade

Mais de 100 migrantes socorridos no Mediterrâneo

MundoPolítica

Costa em cimeira dos países do sul da UE dominada por tensão no Mediterrâneo

MundoPolítica

Turquia pede para UE permanecer 'imparcial' na crise com a Grécia

Assine nossa Newsletter