Primeira aldeia cabo-verdiana 100% renovável volta a depender apenas do sol - Plataforma Media

Primeira aldeia cabo-verdiana 100% renovável volta a depender apenas do sol

A aldeia piscatória cabo-verdiana de Monte Trigo, a primeira localidade de Cabo Verde abastecida apenas por energias renováveis, voltou nos últimos dias a depender exclusivamente do sol para ter eletricidade.

Em causa está a micro-rede solar fotovoltaica instalada naquela aldeia da ilha de Santo Antão em 2012, mas que há quase um ano tinha deixado de estar operacional, após esgotada a capacidade das baterias que garantiam o funcionamento do sistema, 24 horas por dia.

“Em finais de 2019, sete anos e meio após a instalação da micro-rede solar fotovoltaica, as baterias esgotaram o seu tempo útil de vida e tiveram que ser substituídas pela Águas de Ponta Preta”, divulgou hoje o Ministério da Indústria, Comércio e Energia cabo-verdiano, garantindo que essa reparação acaba de ser concluída.

Atualmente, aquela micro-rede fornece energia elétrica, de forma autónoma, a partir de painéis solares com uma potência instalada, agora reforçada, de 40 KW (quilowatts), a cerca de 100 ligações domésticas e comerciais.

“Desde 2012, a micro-rede já produziu 310 MWh [Megawatts-hora] de energia elétrica, poupando 90.000 litros de gasóleo e evitando a emissão de 280 toneladas de dióxido de carbono (CO2), fazendo da aldeia piscatória de Monte Trigo uma localidade completamente descarbonizada”, refere a mesma informação.

Nos últimos anos foram investidos nesta rede 8,5 milhões de escudos (cerca de 77 mil euros), de financiamento público.

Artigos relacionados
Cabo VerdeLusofonia

Cabo Verde quer perdão da dívida a África

Cabo VerdeEconomia

Cabo Verde sugere reconverter dívida de 600 M€ a Portugal em investimentos

Assine nossa Newsletter