As coisas que o seu automóvel vai deixar de ter - Plataforma Media

As coisas que o seu automóvel vai deixar de ter

Os automóveis do futuro vão ser muito parecidos com os atuais nalgumas áreas. Noutras serão completamente diferentes.

E ao contrário de evoluções anteriores, a mudança não será tão gradual. Mas mesmo assim existem coisas nos automóveis que só se lembra que estão lá quando precisa de usá-las. Pelo que o mais provável é que nem note que estão lá quando desaparecerem.

Mostramos aqui sete exemplos de elementos que não vão estar presentes nos automóveis do futuro.

CHAVE DE IGNIÇÃO

Hoje em dia, já começa a ser vista apenas nos automóveis mais baratos do mercado. A chave de ignição vai ser substituída por um aparelho elétrónico, com a aparência de uma chave, que não só destranca o carro como afina várias partes do interior às suas especificações. E não é preciso dar à chave com motores elétricos, basta o botão.

FARÓIS DE HALOGÉNIO

Caso não tenha reparado, muitos automóveis novos já substituíram os faróis tradicionais por LED, com feixes luminosos mais fortes e menor consumo de energia. Por mais baratos que sejam, os faróis de halogénio vão simplesmente desaparecer, até porque os novos faróis aumentam a segurança a conduzir.

ALAVANCA DAS MUDANÇAS

No futuro, os motores serão todos elétricos, pelo que vão ter força a baixa velocidade e não precisam de mudanças para funcionarem a uma velocidade eficiente.

ESPELHO RETROVISOR

Em automóveis autónomos, o condutor não vai precisar de observar o trânsito pelo espelho, mas mesmo que escolha conduzir, sensores e câmaras vão enviar informação de trânsito para um ecrã ou head up display.

BUZINA

Mesmo sem contar com os automóveis autónomos, um condutor não vai ter que se preocupar em buzinar para avisar outro condutor. Os carros do futuro vão poder comunicar uns com os outros e com a infraestrutura, avisando o condutor de outros veículos ou situações de trânsito.

TRAVÃO DE MÃO

Nem sequer vai ser preciso esperar pelo futuro, pois já começa a ser uma relíquia. Travões elétricos já substituem esta alavanca, que ocupa muito espaço e é inestética, por uma solução mais simples e prática.

RESERVATÓRIO DE ÓLEO

Com a passagem dos motores de combustão para os motores elétricos, muitos sistemas paralelos vão ser eliminados. Um deles é o sistema de lubrificação, já que os motores eléctricos não precisam de óleo por não terem peças metálicas móveis.

Artigos relacionados
BrasilLifestyle

Fordlândia: a cidade que Henry Ford fundou no Amazonas

EconomiaPortugal

Toyota Caetano com lucros de 34 mil euros no primeiro semestre

Assine nossa Newsletter