Portugal com 691 novos casos de covid-19 e três mortes

Portugal com 691 novos casos de covid-19 e três mortes

Os dados do boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde indicam que há 22.549 casos ativos de covid-19 em Portugal (mais 302 do que na quarta-feira). O número de internamentos continua a aumentar. Existem agora 588 doentes hospitalizados, dos quais 85 em unidades de cuidados continuados.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 691 casos de covid-19 (um crescimento de 0,98%) e três mortes, de acordo com os dados do boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde (DGS), divulgado esta quinta-feira (24 de setembro). Desde o início da pandemia no país, em março, foram confirmados 71.156 casos positivos da doença causada pela infeção do novo coronavírus e 1.931 óbitos.

Os dados mostram que há mais 386 pessoas recuperadas, num total de 46.676, e que Portugal tem atualmente 22.549 casos ativos de covid-19 (mais 302 do que na quarta-feira).

Há mais 17 pessoas internadas, elevando para 588 o número de hospitalizações. São agora 85 os doentes internados em unidades de cuidados intensivos, mais oito do que na véspera.

Dos novos casos reportados no boletim da DGS, 321 foram identificados em Lisboa e Vale do Tejo, que corresponde a 46,45% do total nacional de novas infeções.

De acordo com a ministra da Saúde, Marta Temido, Portugal tem 285 surtos ativos, 45% dos quais centram-se na região Norte, que regista 129 focos da doença. Há 27 surtos no Centro, 90 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 15 no Alentejo e 24 no Algarve, informou a ministra durante a conferência de imprensa de quarta-feira sobre a evolução da pandemia em Portugal.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
PortugalSociedade

Infeção por covid-19 cresceu mais nos jovens dos 10 aos 20 anos em Portugal

PolíticaPortugal

Governo português pode antecipar nova fase do desconfinamento já para este sábado

PortugalSociedade

Portugueses dão nota positiva às vacinas e confiam mais no SNS e no Governo

PortugalSociedade

Marcelo avisa que não hesitará em propor novo estado de emergência se necessário

Assine nossa Newsletter