Suspeito do rapto de Maddie investigado por mais uma violação

Suspeito do rapto de Maddie investigado por mais uma violação no Algarve

A justiça alemã abriu um novo inquérito contra o principal suspeito do desaparecimento, em 2007, em Portugal, da britânica Maddie McCann, relativo à violação de uma jovem irlandesa, em 2004, anunciou, esta terça-feira, o procurador de Brunswick.

“Posso confirmar que investigamos também a suspeita de violação e uma jovem irlandesa em 2004 no Algarve (região onde desapareceu Madeleine McCann)”, disse à AFP o procurador Hans Christian Wolters.

A vítima havia apresentado queixa logo após os factos, há 16 anos, mas descobriu no início de junho, nos media, as fotos do principal suspeito, o alemão Christian B., nas quais “acredita ter reconhecido o agressor”, acrescentou. O inquérito foi aberto no final de junho, segundo Wolters.

Além do caso Maddie, Christian B. é também alvo de um inquérito por agressão sexual de uma rapariga de 10 anos na altura dos factos, no Algarve, em abril de 2007, algumas semanas antes do desaparecimento da menina britânica.

“É acusado de se ter masturbado em frente da criança”, sublinhou Hans Christian Wolters, precisando que este processo foi aberto no ano passado.

O caso Maddie conheceu uma aceleração súbita no início de junho, com a identificação de Christian B., 43 anos, um pedófilo reincidente já condenado por uma violação em Portugal e atualmente detido em Kiel, no Norte da Alemanha, por outro caso.

É suspeito da morte de uma menina de três anos, que estava de férias com os pais quando desapareceu uma noite do quarto de hotel onde dormia.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
Sociedade

Polícia encontra "cave secreta" do suspeito no caso Maddie

Sociedade

Polícia alemã continua a escavar canteiro na investigação do caso Maddie

MundoSociedade

Polícia alemã escava terreno junto à casa de suspeito no caso Maddie

MundoSociedade

Investigadores alemães afirmam ter provas de que Maddie está morta

Assine nossa Newsletter