Universidade de Coimbra vai promover rastreios aleatórios a alunos e funcionários - Plataforma Media

Universidade de Coimbra vai promover rastreios aleatórios a alunos e funcionários

Medição de temperatura obrigatória e 100 testes aleatórios por dia a estudantes e funcionários são medidas que a Universidade de Coimbra (UC) adotou no Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação, em que visa garantir o regresso às aulas em segurança.

o âmbito do plano para garantir a segurança em tempos de covid-19, a Universidade de Coimbra (UC) desenvolveu um programa de rastreio aleatório, envolvendo a recolha de cerca de 100 amostras diárias, que dará uma média de 2.000 pessoas por mês. Os estudantes e trabalhadores serão convocados, por email, para se dirigirem aos locais da colheita, mas este rastreio não tem caráter obrigatório. Porém, como sucede com a instalação da aplicação Stayaway Covid, é fortemente recomendado pela UC.

Esta é uma das medidas do Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação da UC para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade, que envolve ainda a medição obrigatória de temperatura.

“Neste Plano elaborado pela UC foi também estabelecido que para o acesso aos edifícios da UC é obrigatória a medição de temperatura corporal, a qual deverá estar abaixo dos valores definidos pela DGS, sendo essa medição válida por um período de 24h (o valor estabelecido é de 38 graus celsius)“, informou a Universidade.

O documento, de 24 páginas, prevê medidas de atuação para os diversos cenários previstos, para toda a comunidade da Universidade de Coimbra, e começou a ser aplicado já hoje, primeiro dia de aulas.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter