Bill Gates diz-se “otimista”: a pandemia de Covid-19 pode acabar em 2022

por Gonçalo Lopes
Carolina Rico

A Fundação Bill & Melinda Gates doou mais de 551 milhões de euros para ajudar os países mais pobres a ter acesso a uma futura vacina contra a Covid-19.

Bill Gates diz-se “otimista” de que a pandemia de Covid-19 “não vai durar indefinidamente” e estima mesmo o novo coronavírus possa desaparecer em 2022.

Em entrevista à Fox News, o cofundador da Microsoft disse ser provável que uma vacina seja aprovada no início de 2021 – ou mesmo “três ou quatro fórmulas eficazes” – pelo que “no próximo verão os Estados Unidos vão começar a voltar ao normal”.

“No fim do próximo ano, as nossas atividades podem ser moderadamente normais”, isto, ressalva, se os países mais pobres forem apoiados no combate à doença.

Leia mais em TSF

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!