Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países - Plataforma Media

Vacina russa chama-se “Sputnik V” e foi já pedida por 20 países

De acordo com fontes oficiais russas, “20 países já pré-encomendaram um milhão de doses da vacina russa”

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi hoje anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se “Sputnik V”, vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países.

A produção industrial vai começar em setembro e, segundo o Kremlin, passa a estar disponível em janeiro de 2021.

“Mais de um milhão de doses” já foram pré-encomendadas por “20 países estrangeiros” disse Kirill Dmitriev, presidente do conselho de administração do Russian Direct Investment, o fundo soberano russo envolvido na investigação científica e no financiamento das pesquisas.

A vacina contra o SARS CoV-2 desenvolvida pelos cientistas russos chama-se “Sputnik V” (o “V” significa “vacina”) em referência ao satélite soviético, o primeiro aparelho espacial a ser lançado para a órbita do planeta Terra, disse hoje Vladimir Putin.

Leia mais em TSF

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoSociedade

Maioria dos russos considera que o coronavírus é uma "arma biológica"

Economia

Batalha pelo acesso às vacinas contra a covid divide a OMC

MacauSociedade

1º lote da BioNtech em Macau. Vacinação a partir de quarta

MacauSociedade

Vacina da BioNtech chega hoje a Macau e começa a ser usada dia 3

Assine nossa Newsletter