Covid-19: Moçambique regista mais uma morte e eleva número total de casos para 1.946 - Plataforma Media

Covid-19: Moçambique regista mais uma morte e eleva número total de casos para 1.946

Moçambique registou este domingo o 13.º óbito devido ao novo coronavírus e o número total de casos, nas últimas 24 horas, subiu para 1.946 como resultado de 39 novas infeções, informou hoje o Ministério da Saúde.

A vítima, com 66 anos, morreu no dia 24 de julho, após ser internada um dia antes no Hospital Central de Maputo com dificuldades respiratórias, indica o comunicado do Ministério da Saúde, acrescentando que o resultado do teste para covid-19 feito ao paciente só foi reportado hoje.

No mesmo dia em que o país anunciou o 13.º óbito, mais 39 novos casos foram registados, elevando o número total para 1.946, dos quais 1.771 são de transmissão local e 175 importados.

“Os casos hoje reportados encontram-se em isolamento domiciliar. Neste momento, decorre o processo de mapeamento dos seus contactos”, acrescenta o documento.

Do cumulativo de casos positivos diagnosticados em todo o país, 654 (33.5 %) indivíduos são dados como totalmente recuperados, havendo também outras nove pessoas internadas em centros de isolamento.

“Todos os internados padecem de patologias crónicas diversas”, acrescenta o comunicado.

A maioria dos casos ativos estão na Cidade de Maputo e província de Cabo Delgado, com 306 e 264 pessoas infetadas, respetivamente, seguida de Maputo província e Nampula, ambas com 246 infeções.

As restantes sete províncias do país registam menos de 60 casos.

O país realizou 59.642 testes de casos suspeitos, desde o anúncio do primeiro caso de covid-19, em 22 de março, tendo rastreado mais de 1,6 milhões de pessoas.

Um total de 24.954 pessoas suspeitas de infeção foram colocadas em quarentena domiciliária e 3.569 continuam a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 685 mil mortos e infetou mais de 17,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Artigos relacionados
MoçambiqueSociedade

Empresa de transportes acusada de abrigar 49 imigrantes ilegais em Maputo

MoçambiqueMundo

Nitrato de amónio que explodiu em Beirute era destinado a Moçambique

MoçambiqueSociedade

Moçambique inaugura primeiro hospital especializado em saúde maternoinfantil

MoçambiqueSociedade

Dez voos entre Portugal e Moçambique até final de agosto

Assine nossa Newsletter

Vale a pena ler...
Ataques armados são “antítese da visão de paz de Dhlakama”, diz enviado de Guterres a Moçambique