Mentor de roubo milionário está escondido em Macau - Plataforma Media

Mentor de roubo milionário está escondido em Macau

O empresário Low Taek Jho, conhecido como Jho Low, é acusado de ser o mentor do roubo de milhões de dólares saqueados do fundo soberano 1Malaysia Development Berhad. Autoridades da Malásia dizem que está escondido em Macau.

O dinheiro foi usado para comprar inúmeros artigos de luxo, deste iates a arte, num caso de fraude que supostamente também envolveu o ex-primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak.

O chefe de polícia da Malásia, Abdul Hamid Bador, disse que Low estava no centro semi-autónomo de casinos de Macau, mas as especulações sobre seu paradeiro já o colocaram em vários países, dos Emirados Árabes Unidos à China continental.

“Ele está lá com todo o dinheiro sujo”, disse Abdul Hamid à AFP numa mensagem de texto.

Perguntado por que escolheu revelar a localização de Low agora, o chefe da polícia disse que foram feitas alegações de que os polícias estavam “propositadamente a diminuir o esforço para levá-lo à justiça”.

As autoridades de Macau disseram em 2018 que haviam recebido um pedido do governo da Malásia sobre Low, mas não deram mais detalhes.

Carregado na Malásia e nos Estados Unidos pelo escândalo do 1MDB, Low foi acusado pelos advogados de Najib de ser o mentor por trás do golpe e enganar o ex-primeiro-ministro.

Najib, que fundou o 1MDB, foi condenado na terça-feira a 12 anos de prisão e multa de quase US $ 50 milhões em acusações de corrupção relacionadas ao escândalo, o que contribuiu para a queda do seu governo em 2018.

O ex-líder ainda deve enfrentar a conclusão de um segundo julgamento iniciado em agosto do ano passado, centrado nas alegações de que ele obteve ilegalmente mais de US $ 500 milhões.

Related posts
MundoPolítica

Coreia do Norte acusa Malásia de conspirar com os EUA

MundoSociedade

Dez mil convidados em casamento drive-in na Malásia

MacauMundo

Mentor de roubo multimilionário está escondido em Macau desde 2018

MundoSociedade

Malásia põe em quarentena mais de 10.000 polícias

Assine nossa Newsletter