Filmes, dobragens e parques da Disney na mira do movimento anti-racista - Plataforma Media

Filmes, dobragens e parques da Disney na mira do movimento anti-racista

Ativistas fazem pente-fino em produções culturais e pressionam empresas, que põem avisos de ‘desatualização’ em suas obras

Já estamos acostumados a que a sinopse sirva como uma descrição sucinta, uma síntese ou um resumo de filmes, séries e livros. Mas ela vem ganhando companhia nos últimos tempos. Cresce o número de produções acompanhadas de alertas sobre o que plataformas de streaming chamam de “cultura desatualizada” —ou seja, um aviso de aquela obra pode desagradar determinados grupos e gerar reações negativas em cadeia nas redes sociais.

Foi o que aconteceu recentemente com o filme “…E o Vento Levou”, clássico de Victor Fleming, que foi retirado temporariamente da HBO Max sob a justificativa de que a obra romantiza a escravidão negra. Depois de sair do ar, foi anunciado que a obra voltaria acompanhada de um vídeo de contextualização histórica.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
MundoPolítica

Quatro polícias franceses acusados por agressão brutal a produtor negro

Editorial

Presidentes da Europa

Sociedade

Epidemiologista Anthony Fauci prevê "explosão" de casos após Ação de Graças

BrasilSociedade

Artista negro morre baleado por polícia em São Paulo

Assine nossa Newsletter