China pede aos EUA para levantarem sanções à Síria Plataforma Media

China pede aos EUA para levantarem sanções à Síria

Anos de bloqueio económico causaram enormes dificuldades ao povo sírio, em particular mulheres e crianças.

Os sofrimentos causados ​​pela desvalorização da moeda síria e pelos altos preços das commodities, incluindo os preços dos alimentos, caem fortemente sobre os civis em todo o país, disse Zhang Jun, representante permanente da China nas Nações Unidas.

“Instamos os Estados Unidos a responder ativamente ao apelo urgente do secretário-geral da ONU e do enviado especial (para a Síria) e a suspender imediatamente as sanções unilaterais”, disse ele em uma reunião virtual do Conselho de Segurança.

O que é ainda mais preocupante é que os Estados Unidos imporão novas rodadas de sanções contra a Síria. Essas sanções inevitavelmente atrapalharão ainda mais o desenvolvimento econômico e social da Síria, bem como a subsistência dos sírios comuns, disse Zhang.
Como países vulneráveis ​​como a Síria estão lutando com a pandemia do COVID-19, impor mais sanções é simplesmente desumano e pode causar catástrofes adicionais, alertou.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoSociedade

Aluno é identificado apenas como "Black Guy" no anuário da escola

ChinaMundo

Novo acordo militar entre Índia e EUA ameaça a neutralidade de Nova Deli face a Pequim

ChinaFuturo

China diz que EUA mentem sobre 5G e têm histórico sujo em cibersegurança

MundoPolítica

Microfones vão ser silenciados no debate presidencial dos EUA para evitar interrupções

Assine nossa Newsletter