"Apesar da pandemia da Covid-19, nada deve ficar para trás" - Plataforma Media

“Apesar da pandemia da Covid-19, nada deve ficar para trás”

Numa breve intervenção dirigida aos novos governadores de Luanda, Huambo e Uíge, secretários de Estado e um vice-governador, a quem conferiu posse, o Titular do Poder Executivo disse ser preciso ter capacidade para não deixar de atender outras acções importantes da governação.

Esta, na óptica de João Lourenço, deve ser a lógica a seguir, enquanto durar a ameaça da Covid-19, “que ninguém sabe por quanto tempo mais vamos ter de conviver com ela”.

Aos recém-empossados, o Presidente insistiu que é preciso aliar a capacidade de combater a Covid-19 à de se continuar a prestar atenção à economia do país e das províncias, das empresas, do emprego e à situação social das famílias. No discurso de circunstância, de perto de quatro minutos, o Presidente João Lourenço prometeu, para o futuro, nomear mais mulheres nos governos provinciais, mas avisou que tal fica dependente da qualidade do trabalho que as governadoras em funções apresentarem.

Leia mais em Jornal de Angola

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Proibida venda ou entrega ao postigo exceto comida e permanência em jardins

PortugalSociedade

Portugal é o país com maior número de novos casos por milhão de habitantes

Portugal

Portugal regista novo máximo de mortes e de internamentos por Covid-19

BrasilSociedade

Primeira a ser vacinada com a Coronavac no Brasil é mulher, negra e enfermeira

Assine nossa Newsletter