Início » Polícia de Macau rejeita vigília por Tiananmen devido à Covid-19

Polícia de Macau rejeita vigília por Tiananmen devido à Covid-19

Diana do Mar e Hugo Pinto

O Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) rejeitou o pedido para a realização da vigília anual em memória das vítimas do massacre de Tiananmen, de 4 de Junho de 1989, no Largo do Senado.

A informação foi avançada à TDM-Rádio Macau pelo CPSP, que justifica a decisão com “as actuais circunstâncias”, ou seja, com as medidas de prevenção contra o novo tipo de coronavírus.

Macau está há 41 dias consecutivos sem novos casos e, ontem, quando foi anunciada a alta da única paciente que ainda estava internada com o novo coronavírus, o director dos Serviços de Saúde, Lei Chin Ion, reconheceu que o risco de contágio de Covid-19 em Macau “é muito baixo”.

Leia mais em TDM – Rádio Macau.

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!