Milhares de angolanos aguardam pelo regresso ao país - Plataforma Media

Milhares de angolanos aguardam pelo regresso ao país

Pedro Sebastião respondia hoje na Assembleia Nacional à preocupação com angolanos que se encontram na Turquia, à espera de voo de regresso, levantada pelo deputado da Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE), André Mendes de Carvalho “Miau”.

Segundo Pedro Sebastião, só em Lisboa estão aguardam por regresso ao país, para acima de 4.000 passageiros saídos de Luanda para Portugal, e na cidade do Porto mais de mil angolanos.

“No Brasil, temos mais de 1.500 cidadãos à espera de regresso, na cidade de Havana temos cerca de 270 passageiros, para não falar aqui próximo, Kinshasa, ou da África do Sul, em Joanesburgo, que estão mais de 1.200 passageiros”, referiu.

O governante angolano salientou que as autoridades do país estão a fazer de tudo que está a seu alcance, através das missões diplomáticas, para “dar atenção, à medida das suas possibilidades, para que esses cidadãos não estejam abandonados”.

“No caso da Turquia eles estão sob controlo da embaixada do país, que os alojou e está a tratar deles”, frisou Pedro Sebastião, acrescentando que isto não significa que a ação do Governo termina por aí.

“Há outras atitudes, gestos que o Governo está a fazer no sentido de minimizar as dificuldades por que esses nossos cidadãos que estão um pouco pelo mundo – como sabem os angolanos viajam muito, há gente em quase em toda a parte do mundo – devemos dar o devido tratamento igual para estes cidadãos, que foram apanhados de surpresa lá onde estavam no momento da declaração do estado de emergência”, sublinhou.

A Assembleia Nacional de Angola aprovou hoje por unanimidade a renovação, por mais 15 dias, a partir das zero horas do dia 11 de abril até à meia noite do dia 25 de abril, do Estado de emergência, face à pandemia da Covid-19, que já causou em Angola dois mortos, de um total de 19 casos positivos, dos quais dois recuperados.

A primeira fase do Estado de emergência iniciada a 27 de março passado termina às 23:59 de 11 de abril.

A Covid-19 provocou 572 mortos em África e há o registo de 11.400 casos em 52 países, enquanto 1.313 pessoas já recuperaram, de acordo com os mais recentes dados sobre a pandemia no continente.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 87 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 280 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Artigos relacionados
ChinaFuturo

China deu vacina contra a Covid-19 a Kim Jong-un, afirma especialista

BrasilPolítica

Secretário escolhido por Paes define 10 medidas contra covid-19 no Rio

EconomiaPortugal

Três mil milhões de euros chegam amanhã a Portugal vindos da Comissão Europeia

MundoSociedade

No Japão há mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 em todo o ano

Assine nossa Newsletter