"Um murro no estômago." A reação do MAI a imigrante morto por inspetores do SEF - Plataforma Media

“Um murro no estômago.” A reação do MAI a imigrante morto por inspetores do SEF

A pandemia do Covid-19 é quase notícia única em Portugal e no mundo, mas Eduardo Cabrita confessa que “o murro no estômago” veio da morte de um imigrante ucraniano que alegadamente foi morto por inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

O ministro da Administração Interna recorda que o mais difícil dos últimos dias “foi o saber, no meio disto, daquele caso horrível no aeroporto de Lisboa, sobre a morte de um migrante”.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

SEF já pagou indemnização à viúva de Ihor

PortugalSociedade

MP investiga queixa contra segurança privada ilegal no centro de detenção do SEF

PortugalSociedade

Família de ucraniano morto em Portugal deverá receber mais de 830 mil euros de indemnização

PortugalSociedade

Médico que fez autópsia de Ihor pode voltar a ser contratado por Instituto de Medicina Legal

Assine nossa Newsletter