NA HISTÓRIA - Plataforma Media

NA HISTÓRIA

 

O poeta e líder político angolano Viriato da Cruz nasceu em Porto Amboim, na província do Cuanza Sul, em 1928. Fez os estudos liceais em Luanda e foi um dos fundadores do Movimento dos Novos Intelectuais de Angola.

Em 1957, deixa o país, faz uma breve paragem em Lisboa, e vai juntar-se em França a outro intelectual angolano: Mário Pinto de Andrade. É em Paris que desenvolve uma intensa atividade cultural e política. Membro-fundador e primeiro secretário-geral do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola), Viriato da Cruz acaba por entrar em dissidência com o movimento e fixa-se posteriormente na China, em Pequim.

A liderança chinesa acreditava que Viriato da Cruz poderia facilitar a penetração ideológica do socialismo maoista no continente africano. Mas posições antagónicas às das autoridades de Pequim acabam por condenar o poeta angolano ao isolamento e à miséria. Viriato da Cruz morreu a 13 de julho de 1973 e foi enterrado na capital chinesa.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter