25 ANOS DE TIANANMEN EVOCADOS NO LARGO DO SENADO - Plataforma Media

25 ANOS DE TIANANMEN EVOCADOS NO LARGO DO SENADO

No regresso ao Largo do Senado, uma enorme multidão recordou o aniversário.

 

Uma grande multidão de pessoas, maioritariamente jovens, concentrou-se na quarta-feira no Largo do Senado em Macau para assinalar os 25 anos do massacre de Tiananmen.

Com o Largo do Senado “reservado” para assinalar a data – o que não acontecia desde 1999 por estar sempre ocupado com atividades ligadas ao Dia Mundial da Criança – o número de pessoas que aderiu à vigília foi muito superior ao de anos anteriores, quando eram apenas dezenas, que ficavam então uns metros à frente, em homenagem às vítimas dos tanques na praça de Pequim e em apelos para mais democracia na República Popular da China.

As cerimónias começaram com um minuto de silêncio em memória dos que foram mortos há 25 anos em Tiananmen. O evento prolongou-se por cerca de três horas, com exibição de vídeos sobre o massacre, intervenções de membros da organização apelando à luta democrática e aos direitos do povo chinês, salientando sempre o que aconteceu a 04 de junho de 1989.

O 4 de junho foi assinalado também em Hong Kong, numa manifestação popular que este ano juntou cerca de 180.000 pessoas no parque Vitória, os únicos dois locais da República Popular da China onde se realizam iniciativas para recordar os acontecimentos de 04 de junho de 1989.

 

Air Macau aumenta ligações com Seul

A companhia Air Macau vai aumentar de 11 para 14 o número de ligações com Seul Incheon, na Coreia do Sul, anunciou a empresa da RAEM.

O primeiro voo parte de Macau às 02:00 e aterra na Coreia do Sul pelas 06:25, seguido de nova ligação com partida às 09:35 e chegada às 14:05.

Na volta, o primeiro voo da Air Macau sai de Seul às 07:50 e chega à região às 10:40; e o segundo voo parte da capital sul-coreana pelas 15:05 e tem chegada prevista às 18:20.

 

Centenas despediram-se de Ma Man Kei

Centenas de pessoas e membros do executivo da RAEM participaram nas cerimónias fúnebres do antigo deputado Ma Man Kei, falecido em Pequim, a 26 de maio, que decorreram no domingo, no Forum de Macau.

Ma Man Kei faleceu aos 95 anos, de prolongada doença.

Entre os que enviaram condolências, segundo a Xinhua, contam-se o Presidente chinês, Xi Jinping, os seus antecessores Jiang Zemin e Hu Jintao e o primeiro-ministro Li Keqiang.

 

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter