Lula pressiona, e greve nas universidades federais pode acabar nesta semana

A greve de professores nas universidades federais, prestes a completar dois meses, pode estar perto do fim.

por Nelson Moura

O anúncio de investimento nas instituições feito pelo governo na manhã de segunda-feira (10), e a pressão do presidente Lula (PT) pela volta às aulas movimentaram os servidores.

O comportamento do petista incomodou o Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior). Porém, o acréscimo de R$ 5,5 bilhões no orçamento dos centros de ensino agradou a entidade, foi avaliado como uma vitória dos grevistas e tem potencial para encerrar a paralisação, segundo membros.

É esperado um novo encontro entre representantes do sindicato e do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos ainda nesta semana para acordar o desfecho da greve, dado como certo pelo governo.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!