Início » 6ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau concentra-se na cooperação entre China e países de língua portuguesa

6ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau concentra-se na cooperação entre China e países de língua portuguesa

A 6ª Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação Econômica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), também conhecido como Fórum de Macau, foi realizada segunda e terça-feira em Macau.

Durante a conferência, foram anunciadas 20 novas iniciativas que abrangem seis áreas, incluindo cooperação em comércio e investimento, recursos humanos e saúde, bem como cooperação industrial, cooperação para o desenvolvimento e cooperação considerando Macau como uma plataforma.

O ministro do Comércio da China, Wang Wentao, disse na conferência que, desde o seu estabelecimento, o Fórum de Macau tem respondido ativamente ao desejo comum dos governos e povos de vários países de fortalecer a cooperação, alavancando as vantagens únicas de Macau, e tem feito contribuições significativas para o benefício mútuo, o ganho recíproco e o desenvolvimento comum entre a China e os países de língua portuguesa (PLPs).

A conferência deste ano não apenas abordou as principais áreas de cooperação econômica e comercial entre a China e os PLPs nos próximos três anos, mas também ressaltou o papel crucial de Macau como uma plataforma de serviços comerciais. Na segunda-feira, os Estados participantes assinaram o Plano de Ação para a Cooperação Econômica e Comercial (2024-2027).

Outra atividade principal foi a Conferência dos Empresários, na terça-feira, que contou com sessões de procurar parcerias de negócios, seminários e a assinatura de 15 projetos. Cerca de 700 representantes de governos, agências de promoção comercial, câmaras de comércio e empresas participaram do evento.

Carlos Álvares, presidente da Delegação de Macau da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa, disse à Xinhua que viu muitos acordos assinados entre entidades dos PLPs e da China, o que, em sua opinião, daria mais oportunidades às empresas.

O Fórum de Macau foi fundado em Macau em outubro de 2003, organizado pelo governo central da China (Ministério do Comércio) e realizado pelo governo da Região Administrativa Especial de Macau.

Nove PLPs, incluindo Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, participaram do fórum.

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!